27 outubro 2014

Sobre a liberdade de pensamento

inteligência

"Cuidado para não chamar de inteligentes apenas aqueles que pensam como você".
Ugo Ojetti - Escritor e jornalista italiano. 

Hoje é segunda-feira. Um dia depois de Dilma Rousseff ser reeleita presidente do Brasil. Essa eleição está repercutindo internacionalmente como a mais disputada da História da democracia brasileira. Jornalistas "orientados pela direção" não param de repetir na televisão que o "o país está dividido". Nas redes sociais o nível está mais baixo que o volume de água no Cantareira. Pessoas dizendo que vão de mudar para Miami. Que o povo merece morrer na miséria. Ataques racistas aos nordestinos e coisas do tipo. Novamente a histeria do brasileiro que não deve durar três meses, como de costume. Eles não vêem que essa eleição é um dos primeiros sinais de que a nossa democracia está amadurecendo. As pessoas estão fazendo escolhas mais analíticas que outrora. E isso é bom.
A presidente Dilma terá mais uma chance. Uma chance com duração de quatro anos para executar seus projetos. Cabe à oposição exercer seu papel: investigar, vigiar, propor melhorias, aprovar o que for bom para o país. E que o congresso e o senado se sintam vigiados pela sociedade: a parte azul, a parte vermelha e os neutros. E que nossa democracia caminhe a passos largos para a efetiva participação cidadã.