17 agosto 2013

Precisamos aprender a ouvir

tirinha

Já falei sobre isso há muito tempo AQUI, mas preciso repetir constantemente para não esquecer. Como a tirinha retrata, não há nada pior do falar com alguém que não ouve. 

O ouvir mesmo, aquele de querer entender, de se importar. As pessoas escutam o que você diz, mas não ouvem porque estão ocupadas pensando numa história melhor para rebater a sua. 

Precisamos entender: nem todos querem conselhos, nem todos querem exemplos de superação, nem todos querem ouvir situações parecidas ou piores. A maioria das pessoas quando precisa  conversar, na verdade, querem falar e ser ouvidas. Apenas.

E, convenhamos, nada pior do que você estar desabafando com alguém, naquele momento estressante/angustiante/triste etc e a pessoa dizer ou dar a entender: "Isso não é nada, comigo foi pior"... "Seu caso é fichinha, minha situação é que é complicada"... Parece disputinha de quem é a melhor Paulina Bracho. A atitude correta é tão mais simples: ouvir e compreender o momento. Não é hora de entornar as próprias frustrações em alguém que está num momento difícil. Todos temos nossos bad days e gostaríamos da oportunidade de sermos os faladores da vez nesses dias. Enquanto eles não acontecem, vamos ouvir. 

Sempre gostei de ser uma ouvinte e tenho medo de deixar de sê-lo. Não quero ser igual ao que vejo por aí. Mas não é fácil manter esse prazer nos dias corridos de hoje. Mas preciso tentar. 

.